Operação no RJ apreende 80 mil aparelhos para acesso a canais de TV de forma clandestina


Polícia e Receita Federal calculam prejuízo de mais de R$ 60 milhões ao crime organizado. Equipamentos ‘TV Box’ – que segundo a polícia é o novo ‘gatonet’ – burlam produções e serviços oficiais.

 

Uma operação conjunta entre as polícias Civil e Federal, e Receita Federal, apreendeu nesta sexta-feira (9) mais de 60 mil aparelhos de “TV Box” no Porto de Itaguaí e Portos Secos de Nova Iguaçu e Resende, no Rio de Janeiro.

 

 

Os equipamentos foram encontrados em vários contêineres durante a vistoria dos agentes. Segundo a polícia, o “TV Box” é usado para acessar canais de televisão e burla serviços oficiais de produtores. A prática viola direitos autorais e é crime contra a propriedade imaterial, além de contrabando.

 

 

A Polícia Civil do Rio e a Receita Federal calculam que a apreensão impõe um prejuízo de mais de R$ 60 milhões ao crime organizado, especialmente de grupos de milicianos que se dedicam ao contrabandear os produtos.

 

 

O uso de TV Box passou a ser conhecido, de acordo com investigadores, como o “novo gatonet”.

 

Para chegar aos carregamentos, foi feito o cruzamento de informações de inteligência entre a Coordenadoria de Recursos Especiais da Polícia Civil, a Divisão de Repressão ao Contrabando e Descaminho da Receita Federal e a Polícia Federal.

 

A polícia comunicou que, para a Receita Federal do Brasil, esta é a maior apreensão da história do país em relação a aparelhos “TV Box”. As corporações esperavam apreender mais aparelhos durante a tarde.

 

Print Friendly, PDF & Email

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.