Seis municípios batem recorde de prefeitáveis no Norte Fluminense


Seis dos nove municípios do Norte Fluminense bateram seus recordes de pré-candidaturas a prefeito. Entre todas as cidades, apenas Conceição de Macabu tem menos prefeitáveis neste ano do que em 2016, enquanto outras duas igualaram seus maiores números de postulantes à prefeitura.

Os dados fazem parte de um levantamento da Folha da Manhã com base nas atas das convenções partidárias e dos dados publicados pela Justiça Eleitoral desde 1982, quando houve a abertura ao pluripartidarismo nas disputas municipais, ainda durante a ditadura militar.

 

No primeiro pleito, no entanto, o sistema eleitoral era diferente e permitia mais de uma candidatura por partido. Isso explica o motivo pelo qual em 1982 havia uma grande quantidade de prefeitáveis na maioria das cidades.
Leia mais

 

Recorde de prefeitáveis em Campos
No último sábado, a Folha mostrou que, com 11 pré-candidaturas a prefeito confirmadas em convenções, Campos foi um dos municípios a bater seu próprio recorde. É quase o dobro de 2016, quando seis candidatos colocaram seus nomes nas urnas dos campistas. No atual sistema eleitoral, a maior quantidade de postulantes ao principal cargo político da cidade anteriormente era de 1988, quando foram registrados oito candidatos.

 

 

Mesmo com aproximadamente metade da população da planície goitacá, Macaé também tem 11 pré-candidaturas à sucessão do prefeito Dr. Aluízio (PSDB), superando os oito prefeitáveis de 2012.

 

Já em São João da Barra e em São Francisco de Itabapoana são oito e seis pré-candidatos registrados pelos partidos, respectivamente. Em SJB o recorde anterior, após 1982, era de quatro postulantes em 2012, 2004 e 1996, enquanto em SFI o maior número até então era também de quatro candidatos na primeira eleição após a emancipação do município, em 1996.

 

 

Carapebus e Quissamã já haviam igualado, em 2016, os mesmos números de 1996, quando as duas cidades tiveram quatro e seis candidatos. Mas para este ano, os dois municípios foram além e registraram oito e seis pré-candidaturas, respectivamente.

 

Ao todo, são 63 pré-candidatos a prefeito no Norte Fluminense em 2020, enquanto há quatro anos foram 41 políticos que disputaram os principais cargos políticos de suas respectivas cidades, o que representa um aumento de 53,7% no período.

Print Friendly, PDF & Email

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.