Praias do Rio têm aglomerações na areia


Grupos jogaram altinha e montaram barracas e cadeiras na areia das praias da Barra e do Pontal, na Zona Oeste do Rio, e em São Conrado, na Zona Sul. No Leblon, Ipanema e Arpoador, também houve aglomeração.

A tarde desta sexta-feira (7) foi marcada por praias cheias no Rio. Na Barra da Tijuca e no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste, e em São Conrado, Leblon, Ipanema e Arpoador, na Zona Sul, grupos se aglomeraram na areia.

 

 

Percorremos algumas praias e flagramos cadeiras e barracas montadas na areia, além de pessoas jogando altinha. Na fase 5 de flexibilização das medidas contra o novo coronavírus, a cidade permitiu o banho de mar, mas a permanência de banhistas na areia, uso de caixas térmicas e a prática de altinha permanecem proibidas.

 

Em meio ao desrespeito das regras para conter o avanço do novo coronavírus, o estado registrou, até esta quinta-feira (6), 13.941 mortes por Covid-19 e chegou a marca de 174.064 casos confirmados, segundo a Secretaria de Estado de Saúde.

 

 

Em nota, a Guarda Municipal informou que vai intensificar a fiscalização na cidade e nas praias e que já coíbe diariamente as infrações sanitárias. O órgão disse que, em dois meses, já registrou 4.251 multas, sendo 1.350 nas praias (confira a íntegra da nota no fim da reportagem).

 

 

Em Copacabana, na Zona Sul do Rio, uma escultura orientava o uso da máscara. Apesar disso, algumas pessoas andaram no calçadão sem a proteção facial.

 

 

 

Nesta quarta-feira (5), a Praia de São Conrado, na Zona Sul, e a da Barra também tiveram aglomeração. No fim de semana, os banhistas também lotaram a areia de diversas praias da cidade.

 

O que diz a prefeitura

“A Guarda Municipal coíbe diariamente as infrações sanitárias na cidade, incluindo a orla, e irá intensificar a fiscalização. Em dois meses, entre os dias 5 de julho e 6 de agosto, foram registradas 4.251 multas sanitárias, sendo 1.350 autuações aplicadas pelo Grupamento Especial de Praia e Marítimo da Zona Sul, que atua no patrulhamento diário na faixa de areia. Do total de infrações sanitárias, 3.331 foram pela falta do uso de máscaras e 201 por aglomeração.

 

 

Os agentes também orientam a população sobre as regras de ouro, distribuem máscaras de proteção à população e já retiram centenas de pessoas das praias durante a operação Blitz da Vida.”

Print Friendly, PDF & Email

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.