Norte Fluminense com saldo positivo de mais de 14 mil empregos este ano


A região Norte Fluminense contabilizou um saldo positivo acumulado de mais de 14. 150 mil empregos formais de janeiro a outubro de 2022, entre contratações e demissões, de acordo com o Núcleo de Pesquisa Econômica do Estado do Rio de Janeiro (Nuperj), da Uenf, com base em dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) do Ministério do Trabalho e Previdência. (leia mais abaixo)

 

Macaé aparece em primeiro, com saldo positivo de 7.113 vagas no período. Campos chega em segundo com 4.002 postos de trabalho a mais. (leia mais abaixo)

PUBLICIDADE

Em terceiro, impulsionado pelo Porto do Açu, o município de São João da Barra aparece com a abertura de 2.167 vagas de emprego. São Francisco de Itabapoana aparece registra saldo positivo em quarta posição com 473 vagas. 

Depois, São Fidélis, com 265, seguido de Carapebus, com 100. Conceição de Macabu também contratou mais do que demitiu neste período, com 66 novos postos de trabalho. E oitavo, vem Cardoso Moreira, com 10 vagas.

 

O único município do Norte Fluminense com saldo negativo entre contratações e demissões foi Quissamã, com a perda de 39 vagas. 

O Norte Fluminense é a maior região geradora de empregos formais celetistas do Interior do Estado, no acumulado de janeiro a outubro de 2022. 

OS SETE MAIS – Entre os sete municípios com os maiores saldos de geração de vagas formais nos 10 primeiros meses do ano, o Rio de Janeiro aparece na liderança isolada, com a formalização de 92.911 contratos celetistas. (leia mais abaixo)

 

Na segunda colocação, Niterói contribuiu com a criação de 7.927 novos contratos formais de trabalho. (leia mais abaixo)

Impulsionada pela força da economia da extração e da produção do petróleo e do gás natural da Bacia de Campos, Macaé aparece na terceira colocação, com a geração de 7.113 vagas de janeiro a outubro de 2022. 

Na quarta colocação, Duque de Caxias contribuiu com a abertura de 6.357 novos postos de trabalho na economia fluminense, enquanto Araruama, Petrópolis e Campos dos Goytacazes apareceram, respectivamente, na quinta, sexta e sétima colocações, com a abertura de 4.450, 4.014 e 4.002 novas vagas. 

 

BRASIL – De acordo com a consolidação até outubro do Novo Caged, o Brasil apresentou crescimento do emprego formal no ano de 2022, registrando saldo de 2.320.252 postos de trabalho com carteira assinada, resultado do total de 19.445.198 admissões e de 17.124.946 desligamentos, entre janeiro e outubro deste ano. 

OUTUBRO FRACO – Com relação ao mês de outubro, a região gerou 859 novos empregos, concentrados em 45,3% em São João da Barra e 39,5% em Macaé. Entre contratações e demissões, Campos registrou saldo negativo de 62 empregos e Quissamã também teve indicadores negativos com a eliminação de 15 vagas de empregos no mês. 

 

O fraco desempenho se deve ao fim da safra na agricultura, importante setor que impulsiona a economia e a empregabilidade nestes dois municípios.

Print Friendly, PDF & Email

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

MENU