Flamengo anuncia Paulo Sousa como treinador até o fim de 2023: “Grandeza incomparável”


Paulo Sousa é oficialmente o novo técnico do Flamengo. O clube fez o anúncio nesta quarta-feira, após o português resolver seu rompimento com a Federação Polonesa de Futebol, onde dirigia a seleção local de olho na repescagem para Copa do Mundo do Qatar. Acertado com o Rubro-Negro desde o último domingo, ele chega com contrato até o fim de 2023 e acompanhado de seis auxiliares.

– Alô, Brasil! Esta é uma mensagem para a maior torcida do mundo. Faço com muito orgulho e satisfação de representar um clube com a grandeza incomparável do Flamengo. É hora de trabalharmos muito para dar alegrias, títulos e aproximarmos mais de 40 milhões de torcedores em torno do time. Jogaremos juntos. Saudações rubro-negras – disse Paulo Sousa, em vídeo divulgado pelo Flamengo.

 

+ Paulo Sousa paga cerca de R$ 2 milhões por rescisão com a Polônia
+ Paulo Sousa será o quarto português a comandar o Flamengo; conheça os outros estrangeiros
+ 10 coisas que você (provavelmente) não sabe sobre a carreira de Paulo Sousa
+ Confira o interativo que mostra as trocas de técnico no Brasil

 

Em entrevista ao “Poder 360” logo depois do anúncio oficial, Paulo Sousa falou sobre a expectativa para trabalhar com o atual grupo de jogadores. O elenco ainda tem como base o time campeão brasileiro e da Libertadores de 2019.

 

– Todos os jogadores vão ser muito importantes. A temporada é longa, com muitos jogos. Claro que vários jogadores se destacaram nos últimos anos e vão se destacar mais uma vez. Mas todos serão muito necessários. É o compromisso de todos que nos leva a atingir os melhores objetivos, que são os objetivos do Flamengo sempre. Criar muita emoção nos nossos torcedores com vitórias constantes. A cultura da vitória é muito importante – disse.

 

Ele também explicou a decisão de trocar a Polônia pelo Flamengo, mesmo com a possibilidade de disputar a Copa do Mundo de 2022.

 

– A grandeza do clube, as minhas próprias expectativas de ganhar em um clube que tem essa ambição constante. Ou seja, temos a mesma ambição.

 

Além da seleção polonesa, Paulo Sousa, que tem 51 anos, dirigiu a seleção sub-16 de Portugal, QPR, Swansea e Leicester, na Inglaterra; Videoton (Hungria), Maccabi Tel Aviv (Israel), Basel (Suíça), Fiorentina (Itália), Tianjin Quanjian (China) e Bourdeax (França). Como jogador, foi meio-campo, bicampeão da Champions por Juventus e Borussia Dortmund, e defendeu ainda Benfica, Sporting, Inter de Milão, Parma, Panathinaikos e Espanyol.

 

 

Desde a última segunda-feira, Paulo Sousa já tem trabalhado no planejamento do Flamengo para a temporada em reuniões com Marcos Braz e Bruno Spindel, na Cidade do Porto. Na manhã de terça, esteve na Galícia, região espanhola ao Norte de Portugal, para conhecer o presidente Rodolfo Landim.

Antes do anúncio oficial do Flamengo, Paulo Sousa usou sua conta no Instagram para se despedir da seleção da Polônia e fazer agradecimentos.

 

O acordo com o Flamengo foi costurado e assinado na madrugada do último domingo, em Portugal, após o clube desistir de esperar por Jorge Jesus, então empregado no Benfica. O primeiro contato ao vivo de Sousa com os dirigentes aconteceu no último dia 19, em Lisboa. As boas impressões já deixaram praticamente definido desde ali que seria ele o escolhido caso a investida por JJ não avançasse.

Rui Malheiro, comentarista português que acompanha trabalho de Paulo Sousa, participa no Seleção SporTV

A programação de Paulo Sousa prevê chegada ao Rio de Janeiro na primeira semana de janeiro e início dos trabalhos no Ninho do Urubu no dia de 10, data de reapresentação do elenco principal.

Print Friendly, PDF & Email

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

MENU