Rio teve mais de 21 mil pessoas diagnosticadas com gripe, segundo secretaria de Saúde


Mais de 21 mil pessoas foram diagnosticadas com Influenza H3N2 na cidade do Rio de Janeiro nas últimas três semanas, segundo a secretaria de Saúde do Rio. De acordo com o secretário Daniel Soranz, não é comum ter uma epidemia da doença próximo do verão, mas o aumento de casos no município confirma a expectativa de alguns especialistas da área da saúde.

 

“Todas as síndromes gripais são mais características do inverno. A gente tem algo que alguns já achavam que poderia acontecer, que quando caísse a circulação do vírus da Covid poderia aumentar a circulação de outro vírus que ocuparia este espaço. E foi o que aconteceu”, afirmou Soranz.

 

O secretário foi entrevistado no Conexão GloboNews na manhã desta segunda-feira (6).

A baixa cobertura vacinal contra a gripe, já que as pessoas estavam mais preocupadas em serem imunizadas contra a Covid e uma baixa circulação da influenza nos dois anos, a doença ganhou espaço, segundo o secretário. Mas ele acredita que o município está no caminho de controlar a doença.

 

“Com o aumento da cobertura vacinal que a gente proporcionou nas últimas semanas e com mais vacinas do Ministério da Saúde que estão chegando a partir de terça-feira, a gente espera conter este surto com vacinação e tratamento”, disse o secretário.

 

Para atender a demanda, o governo do estado instalou tendas para o atendimento de casos leves ao lado de quatros unidades: UPAs de Marechal Hermes, Tijuca, Botafogo e do Hospital Getúlio Vargas, na Penha. Três delas estão funcionando.

 

Vacinação suspensa
A vacinação contra a gripe está suspensa na cidade do Rio de Janeiro nesta segunda-feira (6) por falta de doses. O Ministério da Saúde informou que enviaria 170 mil doses para o Estado do Rio de Janeiro, mas até o meio-dia não chegaram.

Imagens de unidades de saúde lotadas de pessoas em busca de tratamento contra sintomas da gripe se tornaram comuns nos últimos dias.

Print Friendly, PDF & Email

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

MENU