RJ está entre os estados que menos vacinam no país


O Rio de Janeiro está entre os estados que menos vacinam a sua população no país. Até esta sexta (2), o RJ estava em 19º lugar no ranking.

 

De acordo com a última atualização do vacinomêtro, pouco mais de um 1,3 milhão de pessoas tinham sido vacinadas com a primeira dose, o equivalente a 7,54% da população do RJ.

 

 

 

Com isso, o Estado estava à frente apenas de Tocantins, Roraima, Rondônia, Mato Grosso, Goiás, Amapá e Acre. Isso quer dizer que o RJ estava atrás de todos os estados do Sul, Sudeste e Nordeste.

 

 

O médico da Secretaria Estadual de Saúde, Alexandre Chieppe alega que a má colocação do RJ se deve à demora na transmissão da informação das prefeituras.

 

Chieppe fala que o problema tem que ser corrigido em curto prazo para que se consiga dar transparência ao processo de vacinação.

 

 

“O calendário único é a solução para isso. Até porque se uma cidade vacinar um público diferente de outra cidade isso desordena, desorganiza todo o processo de vacinação. O que a gente quer é clareza de quem esteja sendo vacinado e que as cidades avancem da mesma forma”, disse.

 

Segundo Chieppe, um ofício foi enviado às prefeituras explicando a necessidade de se agilizar o processo de vacinação nos municípios.

 

 

Vacinação segue lenta
Depois de três dias de pausa esperando a chegada de novas doses, Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, retomou a vacinação neste sábado (3) para idosos acima de 60 anos.

 

 

Como em alguns postos a procura não foi tão grande, a prefeitura liberou a primeira dose para quem tem idade entre 55 e 59 anos.

Isso aconteceu com José Carlos que foi até o posto da praça da Mantiqueira e saiu de lá vacinado.

 

 

“Me ligaram para casa e que tinha a possibilidade de ser vacinado ainda hoje. Vim imediatamente”, disse José Carlos Pires, de 59 anos.

 

 

O prefeito Washington Reis disse que liberou antecipar a vacinação para quem tem mais de 55 anos em alguns pontos para acelerar a vacinação.

 

“A gente chega, não tem grande aglomeração, a gente faz a otimização da vacina. Você chega na Praça da Matriz, tem muita gente, segura nos 60 anos. Onde tem menos pessoas, você tolera aí 59, 58, 57 anos. Recebemos 35 mil doses e vamos terminar com elas amanhã e fica a segunda dose para durante a semana”, disse o prefeito.

 

 

Em Duque de Caxias teve ainda vacinação em drive thru. Teve gente que levou até duas agulhadas no braço. A primeira, sem vacina e a segunda para valer. Tudo para registrar o momento em imagens.

 

 

Em outras cidades da Baixada também houve vacinação neste sábado.

Em Mesquita, a novidade foi a inauguração do sistema de drive thru. Neste sábado foi o dia de vacinas quem tem mais de 70 anos.

 

 

Na capital, o sábado também foi de repescagem para os idosos acima de 67 anos. No Parque Madureira, na Zona Norte do Rio, a vacinação também aconteceu pelo sistema drive thru. Até meio-dia, pouco mais de 200 doses tinham sido aplicadas na repescagem dos 67 anos ou mais.

Print Friendly, PDF & Email

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

MENU