Moradores de distrito de Campos, RJ, protestam contra postos de saúde fechados e paralisação de empresa de ônibus


Manifestação foi realizada na manhã da quinta-feira (20) por moradores do distrito de Dores de Macabu e da localidade de Quilombo.

Moradores do distrito de Dores de Macabu e da localidade de Quilombo, em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, fizeram um protesto na manhã desta quinta-feira (20) na RJ-180, que é o principal acesso da região à BR-101.

 

A manifestação começou logo nas primeiras horas da manhã e os moradores fecharam um trecho da rodovia e atearam fogo em pneus e objetos.

 

Segundo os moradores, eles reivindicam a abertura do posto de saúde de Quilombo e Dores de Macabu, além de uma solução para a falta de ônibus na localidade. Trabalhadores da Viação Cordeiro, que atendia a região, iniciaram uma paralisação nesta quarta-feira (19).

 

Sobre os postos de saúde, a Prefeitura de Campos disse que, devido à realocação de profissionais de saúde e o afastamento de profissionais com mais de 60 anos, algumas unidades seguem fechadas e a reabertura será realizada de forma gradativa em todo o município.

 

Atualmente, a localidade de Dores de Macabu está sendo atendida pela UBS de Ponta da Lama, que conta equipe médica e ambulância.

 

A secretaria de Saúde informou que, atualmente, os atendimentos são feitos mediante a agendamentos. Para agendamento na UBS de Ponta da Lama é preciso entrar em contato pelo telefone (22) 98179-4224.

 

Sobre a falta de ônibus na localidade, o Instituto Municipal de Trânsito e Transporte, o IMTT, informou que o serviço do transporte público permanece atendendo o local nesta quinta-feira (20), pela empresa Rogil.

Print Friendly, PDF & Email

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.