Shoppings de Campos, no RJ, se preparam para reabertura


O novo decreto da Prefeitura de Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, permitiu a reabertura dos shoppings na próxima segunda-feira (20). Com isso, os centros comerciais já se preparam para receber os clientes.

O decreto publicado nesta quinta-feira (16) alterou a fase amarela do plano de retomada da economia. Mas, neste primeiro momento, o horário de funcionamento será reduzido. De segunda a sábado, as lojas só podem abrir das 12h às 22h. Além disso, está proibida a entrada de menores de seis anos e maiores de 60. A medida é válida até sábado (26).

 

O Subsecretário de Governo Fábio Bastos, membro do Gabinete de Crise, reconhece que a medida é importante para ajudar os estabelecimentos a respirar em meio a pandemia. Mas alerta para a necessidade de atenção total ao protocolo. “Ainda estamos numa fase de máxima atenção, todos ainda tem que estar preocupados com disseminação do vírus, porém entendemos como possível adaptar certas normas tanto pelo segmento econômico, quanto para o segmento social”, explica.

 

Gerente administrativa de um shopping de Campos, Renata Henriques, destaca que as 96 lojas do centro comercial tiveram que se adaptar ao sistema de delivery para resistirem à pandemia. Mas, com a abertura das lojas nas ruas, aconteceu uma queda preocupante nas vendas.

 

“Quando o consumidor teve acesso ao comércio, diminuiu muito essa compra online. Então, nesse momento (a reabertura) tem sido essencial para os lojistas” , comemora.

 

Os protocolos biológicos de segurança, cujo cumprimento é obrigatório, incluem aferir a temperatura corporal dos clientes logo na entrada dos estabelecimentos, disponibilizar álcool em gel nas áreas comuns, estipular número máximo de frequentadores, uso de máscaras, entre outras medidas. O nível 3 da fase amarela ainda não permite a abertura da praça de alimentação, nem das brinquedotecas ou áreas infantis.

 

Mesmo diante de tantas restrições, a empresária Larissa Ferreira não vê a hora de rever os clientes entrando em sua loja, depois de sobreviver fazendo vendas via aplicativo de mensagens. “A nossa loja está se preparando com sanitização, de acordo com o protocolo, que tem que ser feito uma vez por semana, uso de máscara dos funcionários e clientes, disponibilizando álcool com gel”, enumera.

Print Friendly, PDF & Email

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.