Câmara de Dirigentes Lojistas de Campos, RJ, pede flexibilização do isolamento social no município


Segundo presidente do órgão, reedição de decreto mantendo o isolamento horizontal, levaria a atividade comercial em Campos a um colapso quase que irreversível.

A Câmara de Dirigentes Lojistas(CDL) de Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, está pedindo a flexibilização do isolamento social, que já dura 40 dias no município, para o dia 4 de maio. O presidente da CDL, Orlando Portugal, informou que o pedido de reabertura dos comércios será entregue à Prefeitura nesta sexta-feira (24) ressaltando as regras de segurança a serem seguidas pelos trabalhadores.

 

O decreto de isolamento social em vigor expira no dia 30 de abril. Para o órgão, a reedição do decreto mantendo o isolamento horizontal, levaria a atividade comercial em Campos, a que mais gera empregos no município, a um colapso quase que irreversível.

 

Ainda de acordo com o Presidente da CDL, no documento, que será apresentado ao governo municipal, há dados sobre demissões da força de trabalho do comércio do município, que já chegaria a 40%. Orlando Portugal afirma, no entanto, que não defende a retomada das atividades sem os cuidados necessários devido à pandemia.

 

“Nossa proposta é obedecer os padrões de segurança determinados. Temos condições de nos adaptarmos a esses padrões para garantir a segurança dos nossos consumidores e dos nossos colaboradores. E faremos isso, podem ter certeza, de forma didática”, disse o presidente da CDL.

Print Friendly, PDF & Email

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

MENU