Ex-companheiro de professora morta a tiros em academia se entrega em delegacia no RJ


O suspeito de matar a tiros a ex-companheira em uma academia em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, se apresentou na noite desta quinta (4) na 143ª Delegacia de Polícia de Itaperuna, no Noroeste. A professora Regiane da Silva Santos, de 35 anos, foi assassinada na noite de quarta (3).

Segundo a Polícia Civil, ele foi para Itaperuna porque estava com medo de represálias em Campos. Ainda de acordo com a Civil, o suspeito estava acompanhado do advogado e já prestou depoimento.

O homem será encaminhado para o Presídio Diomedes Vinhosa Muniz.

A Justiça expediu na noite de quinta um mandado de prisão temporária contra o ex-companheiro de Regiane.
Imagens de câmeras de segurança de estabelecimentos próximos mostraram Regiane fazendo um circuito e correndo do lado de fora da academia.

Assim que ela entrou no estabelecimento, as imagens mostram um carro preto parado na frente do local.

Segundo a delegada Pollyana Henriques, da 146ª Delegacia de Polícia de Guarus, antes de morrer, Regiane apontou o ex-companheiro como o autor dos disparos. Pessoas que estavam na academia também teriam reconhecido o homem.

Print Friendly, PDF & Email

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.