Esquema de segurança para a eleição em Campos, RJ, contará com Forças Armadas, PM e Guarda


A participação de homens das Forças Armadas na cidade com o maior eleitorado do interior do Rio foi autorizada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
O esquema de segurança montado para a realização da eleição de domingo (7) em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, contará com as Forças Armadas, a Polícia Militar e a Guarda Civil Municipal.

A participação de homens das Forças Armadas na cidade com o maior eleitorado do interior do Rio foi autorizada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) após pedido do Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

As cidades vizinhas São João da Barra, São Fidélis e São Francisco de Itabapoana também contarão com o apoio das Forças Armadas.

Segundo o TSE, a missão dos militares nas cidades onde a presença foi autorizada é assegurar o livre exercício do voto, mantendo a normalidade no dia da eleição, e garantir a apuração dos resultados.

De acordo com a Secretaria de Estado de Segurança (Seseg), policiais militares estarão presentes em todas as zonas eleitorais da cidade e haverá integração entre todos os órgãos de segurança.

“O ambiente eleitoral no Rio de Janeiro, sob intervenção federal na área de Segurança Pública, tem sido de tranquilidade. A coalizão tem nos permitido trabalhar preventivamente e de forma integrada entre vários órgãos a fim de apoiar a fiscalização eleitoral e a obtenção de provas robustas capazes de caracterizar a prática de crime eleitoral”, declarou o secretário Richard Nunes.
As pessoas presas em flagrante no dia da eleição por delito eleitoral, como boca de urna e transporte de eleitores, serão levadas para a Delegacia da Polícia Federal. É considerada boca de urna divulgar propaganda de partidos ou candidatos.

No dia da votação, é permitida apenas a manifestação individual e silenciosa da preferência pelo partido ou candidato, com uso de broches e adesivos.

A Guarda Municipal de Campos vai montar um esquema especial de apoio à Justiça Eleitoral. A corporação vai atuar com um efetivo de mais de 200 agentes, 18 viaturas e quatro motos.

Segundo a Prefeitura, a Guarda vai atuar nas intermediações dos principais locais de votação do município, fazendo o isolamento das vias de acesso aos locais de votação que têm maior concentração de eleitores.

Os agentes também vão cuidar dos isolamentos das vias de acesso aos polos eleitorais, de onde saem as 1.073 urnas para os locais de votação.Fonte:G1

https://static.addtoany.com/menu/page.js

Print Friendly, PDF & Email

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.