Projeto gera emprego, rende e eleva autoestima de mulheres no Rio


Um projeto no Complexo do Caju gera emprego, renda e ainda eleva a autoestima das pessoas. O “A Arte Gerando Renda” é oferecido pela ONG Favela Mundo.

 

Há sete anos, a maquiadora artísitica, Danielle Borges, decidiu mudar de vida por causa da filha.

“Aconteceu isso de maquiar depois de eu ter engravidado. Então, eu tive minha filha e eu não quis voltar a trabalhar no mercado formal. Literalmente mudou minha vida. Hoje eu tenho a possibilidade de colorir sonhos. Eu digo que pintar é dar vida ao sonho de uma criança”, contou Danielle, que hoje é professora do curso em que um dia foi aluna.

Ao todo, 224 alunos se formaram em busca de uma chance para abrir o próprio negócio ou de apenas se manter em movimento.

 

“Eu moro no Vidigal. Eu fiz o curso aqui porque eu vi passar na televisão. Como eu sou nascida e criada no Caju, eu fui procurar saber onde era o curso, porque eu não sou uma pessoa de ficar parada”, disse a aposentada Maria da Conceição Gonçalves, de 79 anos.

 

A maior parte dos alunos, cerca de 98%, é formado por mulheres, que buscam conciliar a maternidade com a beleza e a autoestima. Ao todo, são seis cursos no local.

 

“O projeto existe desde 2014 surgiu de um pedido da própria comunidade. Até então a gente trabalhava só com crianças e adolescentes em aulas de teatro, música e dança. As mães começaram a pedir oficinas e surgiu o ‘Arte Gerando Renda’, com as oficinas mais pedidas pelas próprias mães. E aí a gente começou a transformar a vida da família inteira”, diz o fundados da ONG Favela Mundo, Marcello Andriotti.

 

Antes da formatura, os alunos forneceram para a comunidade do Caju os serviços que aprenderam. É o primeiro contato com o público depois de dois meses e meio de aulas.

Em julho, 300 novas vagas serão abertas para os cursos que começarão em agosto.

 

Quem já passou pelas aulas agora sonha em montar o próprio negócio, como a Márcia e a Laíza, mãe e filha que se formaram juntas e têm a arte no sangue e nos sonhos.

 

“Esse curso, eu fiz a primeira vez e aí gostei muito e chamei a minha filha e estamos fazendo juntas. Concluímos o curso”, disse a maquiadora Márcia Sundin.

Print Friendly, PDF & Email

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

MENU