SMEC lança documentário sobre os 27 anos de SFI


Durante evento na Câmara de Vereadores, a Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SMEC) lançou o documentário “Vivências e Trajetórias, 27 anos de Emancipação Político-Administrativa de São Francisco de Itabapoana”. A solenidade teve também uma exposição de telas do artista plástico do município, Uellington Soares, o evento aconteceu na noite de terça-feira (18), data em que o município completou 27 anos de existência.

O vídeo, produzido pelo Departamento de Cultura da SMEC, faz uma viagem no tempo até o século 16, citando os povos originários, o desembarque dos colonizadores e os escravos africanos, que contribuíram para a formação cultural da região. Cita a expansão da Agricultura, da Pecuária e do entreposto comercial, projetando o antigo Sertão de São João da Barra (SJB). Destaca a presença forte da natureza e a crença na fé, além da construção da Vila da Rainha, uma das primeiras povoações regionais, lembra que a nossa terra fez parte da Vila de São João da Praia e, por fim, de SJB, apesar de separada pelo Rio Paraíba do Sul.

 

O escritor Roberto Acruche, em seu depoimento, revela que o sonho da emancipação teve início na década de 1960, ganhando mais força a partir de 1970, a partir do fortalecimento da economia, principalmente no setor da pesca e com o crescimento da lavoura de cana-de-açúcar para atender a demanda de matéria-prima das usinas de Campos dos Goytacazes e região, já que, até então, as culturas mais plantadas eram de mandioca e abacaxi. O surgimento da Cooperativa de Eletrificação Rural, na avaliação de Acruche, também é considerado um fator de desenvolvimento social importante no processo de pretensão emancipatória.

 

No documentário, são mencionadas reuniões de forças políticas favoráveis à emancipação, o que gerou a elaboração de um projeto de lei, mas que acabou arquivado na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj). O então deputado estadual Barbosa Lemos conseguiu desarquivar e aprovar o documento na Casa de Leis e após um plebiscito marcado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ), forças políticas contrárias se uniram numa campanha de conscientização dos moradores e no dia 13 de março de 1994, a maioria da população aprovou a emancipação do antigo Sertão. No dia 18 de janeiro de 1995, o governador Marcelo Alencar sancionou a Lei 2.379 criando o município de SFI.

 

Depoimentos
No vídeo, há depoimentos dos ex-prefeitos Barbosa Lemos, o primeiro a administrar a cidade, Beto Azevedo e Frederico Barbosa Lemos, além da atual prefeita Francimara Barbosa Lemos, a primeira mulher eleita e reeleita prefeita de SFI. Os ex-prefeitos Pedro Cherene, já falecido, e o filho dele Pedrinho Cherene, ganharam menção pelo legado deixado no município.

 

“Uma honra muito grande participar deste documentário sendo a primeira prefeita mulher eleita e reeleita em SFI. Hoje, a mulher consegue ter uma representatividade e eu me sinto orgulhosa e honrada em representar o município. No primeiro mandato assumi já passando por um tratamento de câncer de mama. Foram dois desafios: governar a cidade, sendo mãe e esposa, e além de tudo fazendo o tratando da doença. Superei, graças a Deus! A Francimara de agora é mais experiente, madura e preparada. Nos próximos três anos a população pode esperar bastante coisa. O ano de 2022 será muito promissor, porque estamos com vários projetos que vão sair do papel para serem executados, como a Orla de Santa Clara, a drenagem desta localidade, que é um sonho dos moradores, entre outros”, ressaltou Francimara.

 

O ex-prefeito Frederico destacou que no período que esteve à frente do município, conseguiu deixar o seu legado. “Foram quase mil concursados convocados em seis meses, dando estabilidade aos trabalhadores. Tenho orgulho de neste curto período ter tomado uma decisão importante para a vida de tanta gente, um feito que vou levar para a minha vida. Gostaria de destacar que todos os prefeitos deixaram a sua marca, iniciando com o meu pai Barbosa Lemos, passando pelo saudoso Pedro Cherene, Beto Azevedo, Pedrinho Cherene e a Francimara, que ainda terá mais três anos para governar”, lembrou Frederico.

 

A professora Fátima Ornelas, primeira secretária de Educação de SFI, falou da emoção a respeito dos 27 anos do município. “Eu estou muito emocionada ao falar sobre a nossa terra. É hoje uma floresta de bonanças, porque ela foi um dia um rincão de pobreza. Como se fosse um torrão, como se fosse um deserto. Nós éramos sertão. No entanto, a riqueza estava aqui, a riqueza está aqui”.

 

Também prestaram depoimento o ex-vereador Nival Ornelas, o atual vice-prefeito Raliston Souza, o secretário de Planejamento e Desenvolvimento, Florentino Cerqueira Azevedo (Tininho), o ex-vereador e ex-vice-prefeito José Antônio Menezes de Alexim, entre outros.

 

Homenagens
Através de mensagem gravada em vídeo, a secretária de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, Danielle Barros, deu os parabéns pelos 27 anos de SFI, ressaltando a importância do município para o estado.

O diretor do Departamento de Cultura da SMEC, Carlos Salvador, homenageou a prefeita Francimara e o secretário da pasta, Robson Santana, agraciados cada um deles com uma placa comemorativa.

 

“O documentário é uma sequência de ações culturais que a gente vem organizando nestes últimos cinco meses, desde quando o secretário Robson nos deu esta oportunidade para assumir o Departamento de Cultura. Já realizamos o cadastramento cultural, o evento Cantando na Tela no Mundo da Criança, no Barração de Gargaú, os Autos de Natal na Praça da Igreja Matriz e no Centro Cultural, e através da Lei Aldir Blanc, conseguimos recuperar R$ 1.900,00 para os fazedores de Cultura de SFI. Só temos a agradecer à prefeita Francimara e ao secretário Robson”, revelou Salvador.

 

Participaram ainda do lançamento do documentário, que em breve estará disponível nas redes sociais da prefeitura, secretários, subsecretários, chefes de departamentos e assessores da prefeitura, vereadores do município, além do vereador Maicon Cruz da cidade de Campos dos Goytacazes.

 

 

Print Friendly, PDF & Email

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

MENU