Prefeitura entrega certificados de curso realizado em parceria com a UFRJ


O secretário municipal de Educação e Cultura de São Francisco de Itabapoana (SFI), Robson Santana, entregou nesta segunda-feira (20) os certificados dos professores participantes do curso de geologia básica, promovido através de parceria entre a prefeitura e a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Cada um também recebeu kit com minerais e rochas.

“O desejo da prefeita Francimara Barbosa Lemos é de que mais parcerias e cursos sejam realizados para promover o aperfeiçoamento dos profissionais da nossa rede e, consequentemente, possibilitar mais qualidade de ensino para nossos alunos”, afirmou Santana, parabenizando os 33 professores que concluíram o curso gratuito e virtual com carga horária de 24h.

 

As inscrições foram direcionadas para professores de Geografia, Ciências e História do primeiro e segundo segmentos do Ensino Fundamental. O curso foi realizado a partir da visão mundial, estadual e municipal. SFI é o único município do Rio de Janeiro que possuí falésias.

 

A coordenadora de Geografia da Secretaria Municipal de Educação e Cultura (Smec), Leidiana Alves, destacou que foram abordados “conteúdos enriquecedores que, certamente serão aproveitados durante as aulas”. Entre os responsáveis por ministrar as aulas estão professores das principais instituições de ensino superior do país, alguns, inclusive, integram cargos de direção no Museu da Geodiversidade, sediado na capital fluminense.

 

Alves pontuou ainda que o curso faz parte de uma série de atividades ligadas ao projeto Geoparque Costões e Lagunas – RJ, coordenado pela professora geóloga Kátia Leite Mansur do Departamento de Geologia da UFRJ. Em SFI, são destacadas as falésias de Lagoa Doce. O local foi tema de um livreto bilíngue lançado pela universidade e será visitado por estudantes para estudo de campo.

 

Além disso, o município foi contemplado com o edital “Meninas na Ciência”, da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj). Através da iniciativa, ao longo de 12 meses, professoras e alunas de cinco escolas da rede municipal receberão bolsas para o desenvolvimento de pesquisas com foco no mapeamento da geodiversidade são franciscana.

 

Coordenadora geral da Smec, Kátia Alves, agradeceu a participação dos professores, destacando que algumas profissionais sempre participam das qualificações oferecidas pelo órgão. “Obrigado por vocês acreditarem em um governo sério e comprometido com a educação”, disse.

O evento foi realizado na Câmara Municipal e também contou com a presença da chefe de Gabinete, Francilea Azeredo, o diretor do Departamento de Gestão Estratégica e Projetos da SMEC, Valnes Soares, e do vereador Milson Mota.

 

Print Friendly, PDF & Email

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

MENU