Pela 1ª vez, classificados às vagas de guarda-vidas participam de Treinamento de Emergências Aquáticas


A partir de iniciativa da Prefeitura de São Francisco de Itabapoana (SFI), através da Secretaria Municipla de Administração (SMA), pela primeira vez, os classificados às vagas de guarda-vidas participam de Treinamento de Emergências Aquáticas. A capacitação teve início na quarta-feira (15), na Escola Municipal Dirceu Dias da Silva, em Guaxindiba, e vai prosseguir durante toda a semana.
“O objetivo é capacitar ao máximo os participantes para o exercício da função, que prolongará durante todo o verão, trazendo mais segurança para todos os banhistas e frequentadores do litoral. Esperamos também que eles aproveitem cada etapa desse processo para adquirir mais aptidão ao realizar o patrulhamento marítimo”, ressaltou a prefeita Francimara Barbosa Lemos. 
Para o treinamento foram utilizadas bonecos para simular técnicas de resgate, abordagem à vítima, oxigênio de emergência, suporte básico de vida, introdução ao salvamento aquático, entre outras manobras. Na avaliação do secretário municipal de Administração, Erbson Gomes Pires (Bibinho), o curso é uma oportunidade única aos participantes. 
“Trabalhamos bastante para que esse dia chegasse, porque sabíamos que o Treinamento de Emergências Aquáticas seria muito importante, tanto para o treinamento, como para habilitação dos classificados às vagas de guarda-vidas. Até semana que vem eles terão ainda muitas atividades para serem completadas”, antecipou.
Ao acompanhar o treinamento durante o dia, o assessor da SMA, José Manoel Mol, fez uma avaliação do primeiro dia do curso. “O treinamento foi bem dinamizado e muito rico em conhecimentos técnicos e específicos para a função. Todo conteúdo está sendo disponibilizado aos participantes, pois entendemos que a capacitação do profissional é essencial para a função de guarda-vidas e, por essa razão, a secretaria buscou trazer o que há de melhor para que eles aprendam a lidar com autonomia e precisão nas ocorrências que surgirem pelas praias”, destacou. 
Etapas do processo – Antecedendo ao dia do Treinamento de Emergências Aquáticas, os classificados passaram ainda por duas palestras nas dependências da Escola Municipal Dirceu Dias da Silva. De início, Grasiely Nunes Moço Barros, psicóloga e especialista em Saúde Mental e Atenção Psicossocial, abordou o tema “Aspectos emocionais na atuação dos salva-vidas: autocuidado e cuidado com o outro”.
De acordo com Grasiely, a palestra foi muito proveitosa. “Pude abordar aspectos psicológicos que atravessam a atuação dos salva-vidas, como controle emocional e profissional em situações de pressão e estresse. Também, aproveitando que havia mais homens, levantei reflexão acerca do tabu que ainda há na sociedade, onde homens não podem exteriorizar seus sentimentos e medos”, descreveu a psicóloga, que ainda explicou a informação.
“Com frequência, os salva-vidas lidam com os limites de vida e morte e é preciso atenção para os possíveis efeitos desse acúmulo de sentimentos, que podem surgir a partir dessa rotina. Por essa razão, busquei trabalhar bastante sobre a saúde mental”, comentou. 
Logo em seguida foi a vez do mestre em Artes Marciais e guarda civil municipal Levi Vitorino de Almeida, que abordou sobre “Disciplina e Ética no Trabalho”. Para o bom andamento da palestra, Vitorino criou uma roda de discussões e falou sobre comportamento em serviço, treinos constantes para obtenção de melhores resultados, importância da uniformização e da atuação do guarda-vidas para o município, entre outros tópicos. 
“O andamento da palestra foi bem dinâmica. Esperamos que os participantes tenham adquirido bastante conhecimento, pois na próxima semana está prevista uma avaliação de todo o conteúdo apresentado”, disse o mestre, que ainda fez um destaque. “A função de guarda-vidas é muito importante, porque também trabalha com a segurança pública e guarda o bem mais precioso, que é a vida”, finalizou.
Print Friendly, PDF & Email

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

MENU