Namorado é preso pela morte de vendedora; corpo perto de SFI


A Polícia Civil informou que prendeu na noite desta quarta-feira (20) o homem suspeito de ter assassinado a tiro, a vendedora Roseli Valiate Farias, de 47 anos, que estava desaparecida desde o domingo (17).

 

 

 

 

O suspeito preso é o namorado dela, identificado por Alexandre Nunes, que confessou o crime. Os dois estariam se relacionando desde julho.

 

O homem, segundo a polícia, teria levado os agentes da Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) até o local onde ele teria escondido o corpo, em uma estrada vicinal na localidade de Marobá, em Presidente Kennedy, próximo à divisa do Espírito Santo com o Rio de Janeiro.

 

 

No local, a polícia encontrou um corpo que foi removido para o Serviço Médico Legal (SML) de Cachoeiro de Itapemirim, onde será feito o reconhecimento oficial pelos familiares de Roseli.

 

 

Familiares de Roseli informaram que a vendedora queria terminar o relacionamento com o namorado depois de descobrir que ele teria um perfil falso nas redes sociais e que não estaria completamente descompromissado. Para eles, esse seria o motivo da morte.

 

 

Roseli, que trabalhava há 20 anos em uma gráfica de Cachoeiro, saiu de casa por volta de 19 horas de domingo. Ela ainda passou na casa do pai e disse que iria se encontrar com o namorado, mas não revelou o endereço.

 

Como não retornou, a família começou a ligar, mas desde as 21 horas o telefone ficou desligado.

 

O carro de Roseli, um Corolla, foi encontrado na manhã de segunda-feira (18) estacionado em uma rua próxima à garagem de uma viação. Dentro do veículo, estavam alguns pertences dela, mas o aparelho celular não foi localizado.

 

A Polícia Civil informou que prendeu na noite desta quarta-feira (20) o homem suspeito de ter assassinado a tiro, a vendedora Roseli Valiate Farias, de 47 anos, que estava desaparecida desde o domingo (17).

 

 

Print Friendly, PDF & Email

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

MENU