Megaoperação contra o tráfico de drogas prende 37 pessoas em Campos, no RJ


Operação “Vera Cruz” começou na manhã desta quarta-feira (7) e busca cumprir 41 mandados de prisão e 36 de busca e apreensão. Três carros, três armas e 50 quilos de drogas foram apreendidos. Ação conta com cerca de 200 agentes do MPRJ, PRF, polícias Civil e Militar e Guarda Municipal.

 

Uma megaoperação contra o tráfico de drogas foi realizada na manhã desta quarta-feira (7) em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, e prendeu 37 pessoas. Entre os presos estão 34 homens e 3 mulheres.

 

 

A operação “Vera Cruz” contou com cerca de 200 agentes das polícias Civil, Militar e Rodoviária Federal, além de guardas municipais e agentes do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro.

 

 

O alvo da ação eram integrantes do tráfico de drogas no Parque Santa Helena, no subdistrito de Guarus. O objetivo era cumprir 41 mandados de prisão preventiva e 35 mandados de busca e apreensão.

 

 

A operação continua ao longo do dia para tentar cumprir os demais mandados.

 

Três carros, três armas de fogo e 50 kg de drogas foram apreendidos.

 

Por volta das 5h, os agentes de segurança se reuniram em frente ao prédio da Região Integrada de Segurança (Risp) e seguiram em direção ao Parque Santa Helena.

 

 

“A operação teve como objetivo desarticular a cúpula e demais integrantes da organização criminosa narcotraficante estabelecida no bairro Santa Helena, o que engloba a comunidade da Matinha, Casinhas e outras localidades adjacentes”, disse o delegado da Delegacia de Guarus, Pedro Emílio Braga.

 

 

A operação é resultado de uma investigação realizada pela 146ª DP, com apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas, Gaeco e do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro.

 

 

“Ao longo de cerca de quatro meses através de diversas diligências investigativas de inteligência conseguimos mapear todo tecido organizacional, dividido desde a cúpula, bem como todas as funções exercidas por diversos integrantes redundando nestes quarenta e um mandados de prisão” – explica o delegado.

 

 

Print Friendly, PDF & Email

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.