Cerca de 50 motos são apreendidas durante operação em Campos, no RJ


Uma operação em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, foi responsável por aprender cerca de 50 motos irregulares no último fim de semana. A ação aconteceu em dois pontos da cidade.

 

De acordo com a Prefeitura, apreensões aconteceram no Parque Santa Clara, em Guarus, onde grupos promoviam um Festival de Pipas, que não está autorizado no Nível 3 de combate à Covid-19, fase amarela.

 

 

Na Avenida Nossa Senhora do Carmo com 28 de Março, dezenas de homens foram flagrados promovendo “um desfile” com motos.

 

 

Além de descumprirem decreto que estabelece medidas de distanciamento social devido à pandemia do novo coronavírus, segundo a polícia, os motociclistas desrespeitavam o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), seja por todo barulho produzido pelos escapamentos modificados (turbal) ou pelas manobras e competições (rachas) realizadas em via pública.

 

 

“Pedimos para que os munícipes façam a sua parte, para que possamos voltar à normalidade. E quanto aos condutores de motos que circulam em desacordo com o Código de Trânsito fazendo “rolezinho” na cidade e trazendo baderna, seremos rígidos. Não podemos permitir essas atitudes em nossa cidade”, frisou o secretário de Segurança Pública, Darcileu Amaral.

 

De acordo com a Prefeitura, todos os veículos foram multados e alguns já foram liberados. “Os condutores que sanaram as infrações, como por exemplo, conseguiram buscar os capacetes antes de finalizar a operação, puderam recuperar seus veículos antes que fossem apreendidos”.

 

Além dos agentes do 8º BPM, a operação conjunta contou com equipes da Secretaria Municipal de Segurança Pública, Guarda Civil Municipal e Instituto Municipal de Trânsito e Transporte (IMTT).

 

A força-tarefa foi montada para fiscalizar o cumprimento das medidas do plano de retomada das atividades econômicas e sociais no enfrentamento à pandemia da Covid-19 em Campos.

 

Fiscalização
Ainda no último fim de semana, outras operações conjuntas foram realizadas.

De acordo com o secretário de Segurança Pública, de sexta (31) a domingo (2) foram fechados um bar e dois quiosques, que estavam com atendimento presencial e aglomeração, e encerrado o culto em uma igreja com lotação acima da capacidade permitida por decreto, que é de 30%, e com todos os participantes sem máscara.

 

De acordo com a Prefeitura, as fiscalizações acontecem diariamente, incluindo finais de semanas e feriados em toda cidade.

Para denúncia, a população deve entrar em contato com a Superintendência de Posturas pelo (22) 9981683645 (através do aplicativo de mensagens). Denúncias também podem ser direcionadas para a secretaria municipal de Segurança Pública através do telefone (22) 981752058.

 

 

Ainda de acordo com a Prefeitura, desde o início do isolamento social, foram recebidas mais de cinco mil denúncias.

Print Friendly, PDF & Email

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.