Shoppings reabrem com restrições, ficam cheios e com filas


Depois de quase três meses fechados, os shopping centers no Rio de Janeiro voltaram a funcionar ao meio-dia desta quinta-feira (11). Apesar das regras para manter o distanciamento, teve fila e aglomeração em alguns locais.

A reabertura estava prevista apenas para a segunda fase do plano da Prefeitura do Rio, na próxima semana. No entanto, o prefeito Marcelo Crivella disse que o Comitê Científico do Município deu respaldo técnico para a antecipação, pouco antes do Dia dos Namorados, que costuma movimentar o comércio.

Desinfecção nas áreas comuns, manutenção da abertura das portas automáticas para renovar o ar, tapetes higienizadores e reforço na limpeza do filtro do ar-condicionado são algumas das medidas preventivas adotadas pelos estabelecimentos.

 

O consumidor vai se deparar com algumas mudanças. Na entrada, todos terão que passar por um tapete que faz a higienização da sola dos pés. Também haverá medição de temperatura e álcool em gel para as mãos.

“Agora, com a reabertura, a gente está nessa correria. De um dia para o outro, não é fácil. Sucesso, que a gente merece”, afirmou o empresário Rogério Rocha.

Os comerciantes falam de outras adaptações.

“Os funcionários tiveram que ser treinados para receber os clientes e as mercadorias. Os compradores não poderão entrar nas cabines. Vamos contar mercadoria usando luvas e máscaras que serão descartadas em um lixo específico”, explicou o gerente de loja Alexandre Coimbra.

 

A praça de alimentação, um dos lugares mais movimentados dos shoppings, permanecerá fechada. Por enquanto, os restaurantes só vão funcionar com entregas – não será possível sentar para comer, uma vez que as mesas estão interditadas. Uma pia foi instalada para que as pessoas lavem as mãos.

 

As áreas de lazer permanecem fechadas e os estacionamentos funcionarão com apenas um terço da capacidade.

 

O uso de máscara também permanece obrigatório.

Print Friendly, PDF & Email

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

MENU