Barreira Sanitária: ação de enfrentamento à Covid-19


A Barreira Sanitária implantada pela Prefeitura de São Francisco de Itabapoana (SFI) em dois pontos de limites do município é uma das ações de enfrentamento ao novo coronavírus (Covid-19). Segundo o mais recente decreto, só pode entrar quem comprovar ser morador ou trabalhar em SFI, além dos prestadores de serviço e veículos de entrega de mercadorias.

A ação acontece 24 horas por dia, na rodovia estadual RJ-224, na localidade de Imburi, e em Barra do Itabapoana, na divisa com o Estado do Espírito Santo, objetivando evitar a propagação da doença.

 

“Começamos no dia 26 de março com o Controle Sanitário, através de um trabalho de conscientização e monitoramento com aferição de temperatura. Depois, um novo decreto mais rigoroso passou a cobrar o comprovante de residência ou de trabalho. Mas, desde o último dia 19, para entrar vigora a exigência de morar ou trabalhar no município”, revelou o diretor-presidente da Empresa Municipal de Trânsito (Emtransfi), coronel Eduardo Dias.

 

Para comprovar a condição de morador é necessário título de eleitor ou Cartão Nacional de Saúde e um documento oficial de identidade com foto. “Na Barreira de Imburi é possível fazer na hora o Cartão Nacional de Saúde para os moradores que eventualmente não tiverem o documento.

 

Trabalhadores necessitam de carteira de trabalho, Declaração de Trabalho, contracheque ou documento de identidade profissional, além do documento oficial de identidade com foto. A Nota Fiscal permite o acesso quando se tratar de serviço de entrega de produtos e mercadorias de qualquer natureza”, explicou Dias.

 

O diretor-presidente Emtransfi informou que houve uma queda acentuada no número de veículos entrando no município a partir da implantação da Barreira. “No início da cobrança apenas do comprovante de residência, entravam em média 1.200 veículos e retornavam 40 em Imburi, e 150 e 20, respectivamente, em Barra. Agora, com a exigência maior, houve uma redução da entrada de aproximadamente 50% em Imburi e 20% em Barra. Já o número de veículos que retornaram praticamente dobrou em relação ao começo da Barreira”, destacou.

 

Participam da ação a Emtransfi, Vigilância Sanitária, agentes da Secretaria de Saúde, Resgate Municipal, Defesa Civil e Guarda Civil Municipal (GCM). Em Barra, o controle tem apoio de policiais do 8º Batalhão de Polícia Militar (8º BPM-Campos) e em Imburi, de agentes do Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRv).

Ascom SFI

Print Friendly, PDF & Email

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

MENU