Morre Dom Américo, um dos maiores cantores da história de Campos


O cantor Dom Américo, de 69 anos, morreu na manhã desta segunda-feira (25), no Hospital Geral de Guarus (HGG). Internado desde o início de março na Unidade de Terapia Intensiva do hospital, ele chegou a óbito por volta das 10h30. As primeiras informações são de que o cantor teve falência de múltiplos órgãos.

Dom Américo era diabético e teve complicações renais e de hipertensão, além de problemas neurológicos nos últimos dias. Ele foi internado depois de passar mal em sua casa. A família ainda não divulgou o local do velório e do sepultamento.

 

52 ANOS DE CARREIRA

O multifacetado cantor começou sua carreira em 1967 e tinha grande performance em vários ritmos musicais. Um dos grandes sucessos de sua carreira foi a canção “Butterfly”. Além da música, foi professor no Colégio Agrícola, onde comandou durante muito tempo a banda de fanfarra.

 

A última apresentação dele ocorreu durante o carnaval deste ano, em Farol de São Thomé. Na ocasião, já enfrentava problemas de saúde, como hipertensão arterial , que o levou a algumas internações nos últimos meses. Dom cantou sentado na parte de baixo porque preferiu não subir no trio elétrico.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Print Friendly, PDF & Email

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

MENU