Secretário de Saúde do RJ diz que governo tem dificuldade para conseguir respiradores


O secretário estadual de Saúde do RJ, Edmar Santos, afirmou neste sábado (2) que o governo está com dificuldade para comprar respiradores e disse que, mesmo com equipamentos, há um “teto máximo” de leitos por falta de profissionais de saúde.

“O estado do Rio de Janeiro tentou adquirir mil respiradores, mas assim como outros estados – SP e Bahia por exemplo chegaram a pagar adiantado – o estado do Rio de Janeiro tem tido dificuldade de receber suas encomendas, especialmente para pagamento a posterior”, disse Santos.

 

Nos próximos dias, o governo estadual vai inaugurar um hospital de campanha no Maracanã, com 400 leitos, sendo 80 de UTI. O secretário afirmou, no entanto, que o isolamento social é a “melhor arma” para impedir a superlotação dos hospitais.

 

“Diante dos fatos concretos que temos, o isolamento social amplo é a nossa melhor arma para manter adequada a relação entre oferta de leitos e necessidade de leitos”, disse. “Por mais que estados e municípios se esforcem para abertura de leitos, haverá um teto do número máximo possível, principalmente pela falta de médicos, enfermeiros e fisioterapeutas.”

Print Friendly, PDF & Email

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

MENU