Situação de municípios produtores discutida em reunião na ANP


O presidente da Organização dos Municípios Produtores de Petróleo (Ompetro), Rafael Diniz, junto com prefeitos e secretários que compõem a entidade, participaram, nesta segunda-feira (29), de uma reunião com o diretor geral da Agência Nacional de Petróleo (ANP), Décio Oddone.

O encontro aconteceu na sede da Agência, no Rio de Janeiro, e o tema foi a situação dos municípios produtores e a nova realidade dos royalties do petróleo.


Na ocasião, foram apresentadas as possibilidades de investimentos nos campos maduros, o que deverá ocorrer a médio e longo prazos. Na apresentação, o diretor geral da ANP, Décio Oddone, explicou a nova realidade dos municípios produtores, que difere da de Niterói e Maricá, por exemplo, hoje em uma situação mais confortável, mas por um período finito.

— A reunião na ANP nos confirmou que o que estamos fazendo é o caminho certo: adaptar nossa cidade a uma nova realidade financeira, mantendo os serviços funcionando, em uma época em que não há mais uma fartura de royalties — disse Rafael Diniz.

O prefeito de Campos acrescentou que, em uma tabela apresentada pelos técnicos da ANP, ficou demonstrado que, comparando 2018 com 2023, a alta dos royalties e Participações Especiais para Campos deve ficar em torno de apenas 8%: “Esta é a nova realidade e temos que trabalhar dentro dela”, afirmou. (A.N.)

Print Friendly, PDF & Email

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.