Polícia do Rio prende suspeito da venda de imóveis que desabaram na Muzema


Agentes da Polícia Civil do Rio de Janeiro (Draco) prenderam na tarde desta sexta-feira (5) Renato Siqueira Ribeiro. Ele é alvo de um mandado de prisão temporária, suspeito de envolvimento com a venda dos imóveis ilegais na comunidade da Muzema, na Zona Oeste do Rio que desabaram em abril, deixando 24 mortos.

Renato foi localizado em uma casa em Nova Friburgo, na Região Serrana do estado. Segundo a polícia, ele mudou de residência “por diversas vezes”, já com investigadores em seu rastro. O suspeito não ofereceu resistência à abordagem policial.

Renato é o segundo preso por envolvimento com as obras e a venda dos imóveis – Rafael Gomes da Costa, de 26 anos, foi preso no dia 18 de maio. José Bezerra de Lima, o Zé do Rolo, que também teve a prisão decretada, permanece foragido.

Por volta das 19h30, Renato chegou à Delegacia de Repressão as Ações Criminosas Organizadas (Draco), no Centro do Rio. Ele irá prestar depoimento e deve ser transferido para o sistema carcerário.

Ele deve responder por homicídio com dolo eventual, quando se assume o risco de matar, segundo informações da polícia.

A polícia acredita que a milícia controla a construção e venda de imóveis na região da Muzema. Segundo a delegacia responsável pela investigação, a prisão de Renato “é fundamental para o desenvolvimento das investigações, tanto da 16ª DP relacionada aos desabamentos, como as apurações em andamento relacionadas às organizações criminosas que estariam por trás das construções irregularidades”.

Print Friendly, PDF & Email

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.