Família de Matheus acompanha, na DP, prisão do suspeito


A família do menino Matheus de Almeida dos Santos acompanha, na 134ª Delegacia de Polícia (Centro), na manhã desta quarta-feira (19), as investigações sobre a morte do menino de 10 anos, que foi estuprado em um matagal da Rua da Macumba, no Novo Jockey, no último domingo. Matheus morreu no Hospital Ferreira Machado, horas depois da agressão sexual. A causa da morte foi asfixia, provocado por pressão no pescoço e sufocação das vias aéreas Também na delegacia, está preso o principal suspeito do caso, um primo da criança, que foi detido por policiais militares em Bom Jesus de Itabapoana, na noite desta terça (18), e que teria confessado o crime na delegacia do município.

– Ele comia lá em casa. Estou aqui porque quero olhar pra ele e entender o que aconteceu. Nada justifica essa brutalidade. Era um domingo feliz como qualquer outro. No dia do velório ele ficou desinquieto e teve a coragem de passar por minha casa para saber como estava a movimentação.  Quanto a meu filho, era um garoto que não fazia mal a ninguém. Eu não tenho palavras para descrever como ele era maravilhoso, eu poderia ficar o dia e a noite toda falando – disse a mãe de Matheus, Gleiciane de Almeida.

Print Friendly, PDF & Email

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.