Campos é modelo no cultivo de camarão e recebe visita de outros produtores


Campos já é modelo na produção de camarões. Produtores de Cabo Frio estiveram na cidade nessa terça-feira (29/01) para conhecer a estrutura de produção das fazendas de cultivo intensivo e extensivo de camarão, implantadas na cidade. O superintendente adjunto de Pesca e Aquicultura, José Armando Barreto, acompanhou empresários e técnicos às unidades de produção e à Unidade de Pesquisa e Extensão Agroambiental (Upea), onde novas técnicas são desenvolvidas para a área. 

Campos tem os primeiros projetos de cultivo intensivo de camarão no estado do Rio de Janeiro, implantados no início de 2018 em duas fazendas, a Select em Barra do Furado e a Six em Travessão. Uma nova fazenda está em fase de licenciamento, também em Barra do Furado, com previsão de primeira safra ainda em 2019, com 30 toneladas por mês. A estrutura e práticas de cultivo já foram solicitadas como modelo também para outras regiões, até mesmo no Rio Grande do Sul — um bom sinalizador do trabalho.

“O trabalho que desenvolvemos aqui já é modelo para outras regiões e está chamando a atenção. Acompanhados dos futuros produtores de Cabo Frio e representantes do Banco do Brasil, que vieram avaliar os custos do investimento a ser feito, visitamos as fazendas de camarão e os laboratórios do Polo de Inovação Campos, onde o professor Cedric Salotto está desenvolvendo um sistema de monitoramento do ambiente de cultivo, com alta tecnologia. Toda pesquisa e aplicação estão sendo executadas a partir de recursos da Emprapii”, comentou Armando, referindo-se à Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial.

A água salgada utilizada na produção dos camarões é 100% reaproveitada sem despejo no ambiente. Na Fazenda Select, em Barra do Furado, a produção gira em torno de 20 toneladas por mês, como constatado no final de dezembro. Até o final de fevereiro, chegará a 30 toneladas. Atualmente, 5 mil metros de lâminas d água produzem no sistema de cultivo intensivo do camarão. 

“Com o início das atividades de um novo módulo nesta fazenda, a produção vai avançar para 30 toneladas/mês, em aproximadamente 60 dias. Três novos tanques de produção extensiva também serão instalados: dois na margem esquerda e um na margem direita canal de Barra do Furado. O camarão já garante o sustento e o bem-estar de 31 famílias envolvidas na atividade”, finaliza Armando.

Fonte: Supcom

https://static.addtoany.com/menu/page.js

Print Friendly, PDF & Email

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.