Sem repasse da Prefeitura, funcionários do Hospital dos Plantadores de Cana ficam sem salário


  Ururau
Em média, 500 funcionários estão sem pagamento
Médicos, enfermeiros, técnicos, auxilares, funcionários da área administrativa e demais prestadores de serviço do Hospital dos Plantadores de Cana (HPC) estão sem receber os salários referentes ao mês de outubro. De acordo com a direção do Hospital, o motivo é a falta de repasse da verba destinada ao Hospital pela Prefeitura de Campos.


O problema veio a tona após um comunicado afixado no hospital pelo setor administrativo ser fotografado e amplamente divulgado nas redes sociais. O HPC conta em seu quadro, com uma média de 500 colaboradores.

Em nota, o Hospital informou que foi o único hospital filantrópico a não receber  o repasse.

 A administração do Hospital Plantadores de Cana (HPC), esclarece que até a presente data, a Prefeitura de Campos NÃO efetuou o pagamento da receita municipal referente ao mês de AGOSTO/2016. Valor que deveria ter sido pago até o dia 15 de Outubro.
A administração do hospital  vem adotando medidas como empréstimos bancários para cobrir folha de pessoal e pagamento aos fornecedores, como compra de remédios, o que a partir de agora se tornou inviável. 
A administração informa ainda que 50% dos recursos do hospital vem do município. Isso agrava a situação do hospital que é considerado de filantropia. 
Já sobre os valores divulgados pela prefeitura em relação a investimentos e pagamentos feitos ao HPC, a administração esclarece que o dinheiro foi usado para pagamento e medicamentos pelos serviços prestados anteriormente, no decorrer do ano.  
Por causa do não pagamento da prefeitura não tivemos como pagar o salário dos nossos 500 colaboradores. Cabe ressaltar que o Hospital Plantadores de Cana é referência no interior do estado do Rio em atendimento à gravidez de risco, realizando em média 350 partos por mês.

  


 Fonte: Ururau
Print Friendly, PDF & Email

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

MENU