SFI na etapa final do Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor


São Francisco de Itabapoana (SFI) está entre os finalistas da etapa estadual do 10º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor. O município concorre na categoria “Empreendedorismo na Escola” e busca conquistar a premiação inédita para a cidade. Nesta sexta-feira (11) ocorreu a visita técnica do consultor externo do Sebrae Celso Nunes de Oliveira, que esteve reunido com representantes do Governo na sede da Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SMEC) objetivando confirmar as informações do projeto e colher depoimentos de beneficiados.


A disciplina Empreendedorismo foi introduzida nas turmas de segundo segmento em 17 escolas da rede municipal, atendendo aproximadamente três mil alunos. O projeto, implantado na administração da prefeita Francimara Barbosa Lemos, visa formar nas escolas novos empreendedores, transformando os estudantes em multiplicadores.

“O objetivo é para que num futuro bem próximo tenhamos a capacidade de melhor negociar toda a nossa produção. São Francisco de Itabapoana é conhecido como produtor de abacaxi, farinha de mandioca, leite e aipim, entre tantos outros, mas tornando-se um município empreendedor, poderá agregar maior valor e, consequentemente, aumentar a rentabilidade dos munícipes”, argumentou a secretária municipal de Educação e Cultura, Yara Cinthia, acrescentando que anteriormente havia na rede a disciplina Atividade Diversificada, alterada para Empreendedorismo após parceria da prefeitura com o Sebrae.


Celso Oliveira destacou o alcance da nova disciplina para o município. “Muito mais do que uma ação política com a participação da cidade concorrendo ao ‘Prefeito Empreendedor’, eu percebi no projeto de São Francisco de Itabapoana ações práticas e efetivas. Simples, mas com uma boa organização. O prêmio é consequência de um trabalho que já vinha sendo feito e se depender do meu relatório que será encaminhado à comissão julgadora, o município vai concorrer em igualdade de condições”, ressaltou o consultor externo do Sebrae.

Participaram ainda do encontro o secretário municipal de Planejamento e Desenvolvimento, Aldo Gomes de Azevedo; a coordenadora do projeto, Katia Alves, além dos professores da disciplina Empreendedorismo Cícero Gomes e Dayana Acruche.

A prefeita Francimara elogiou a dedicação de sua equipe de Governo e está otimista em relação ao prêmio inédito na história são franciscana. “Parabéns a todos os envolvidos com este importante projeto. É lógico que estamos torcendo pela vitória, no entanto, o maior prêmio já conquistamos, que é preparar SFI para o futuro a partir desta semente plantada na rede municipal de ensino que é o Empreendedorismo”, observou. 

Estudantes destacam a importância da nova disciplina

Cícero e Dayana levaram à reunião um grupo de estudantes, que relataram as experiências a partir da implantação do projeto. A produção em sala de aula dos alunos será vendida durante a 5ª Rancheirada da SMEC, prevista para acontecer no mês de junho.

Vitória Prado, 15 anos, aluna do professor Cícero no 9º ano da Escola Municipal (E.M.) Estelita de Araújo Crespo, em Praça JoãoPessoa, destacou a expansão da visão a partir da nova disciplina na concepção de “Novas Ideias, Grandes Negócios”.

“Antes não conseguia enxergar o mundo de oportunidades e depois da disciplina as ideias estão surgindo com facilidade. Além de ajudar minha mãe a produzir trufas, houve uma aproximação maior entre nós, estreitando os laços familiares e reforçando a importância da participação dos pais nas atividades escolares”, declarou a adolescente.

Marlon Miranda, 15, aluno da mesma turma de Vitória, já está aplicando os ensinamentos de empreendedorismo fora da escola.

“Minha família tem tradição na área da culinária, já que meu pai trabalhou como chefe de cozinha e foi proprietário de um restaurante. Eu comecei a vender empada e brigadeiro, mas não tinha noções sobre o custo da produção e nem do preço de venda, o que acabei adquirindo nas aulas de Empreendedorismo, que considero de extrema importância”, destacou.

Já Rillary Azevedo, 14, aluna da professora Dayana no 9º ano da E.M. Professora Dalria Maria Gomes Macedo Gonçalves, em Gargaú, na modalidade “Decoração Empreendedora”, aprovou a nova experiência.

“O trabalho desenvolvido na escola é um sonho que acaba se concretizando além da sala de aula. Os alunos passaram a ter um comprometimento maior, não apenas na questão do empreendedorismo, mas também em relação às demais disciplinas”, ressaltou. As estudantes Rayca Batista, 11; Sofia Borges, 13; e Leticia Senra e Kayllany Anjos, ambas de 14, também participaram do encontro.

Segundo o regulamento do concurso, entre os dias 14 e 25 deste mês, a comissão julgadora realizará a avaliação dos projetos finalistas estaduais. Os municípios vencedores nas oito categoriais serão habilitados automaticamente para disputar a etapa nacional.

Prefeito Empreendedor – É um programa de reconhecimento aos prefeitos e administradores regionais e premia projetos que promovam a divulgação e implementação da educação empreendedora nas instituições de ensino municipais.

Ascom SFI

https://static.addtoany.com/menu/page.js

Print Friendly, PDF & Email

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.