Febre Amarela: governo adota dose fracionada da vacina em três estados


Rio – Entre fevereiro e março deste ano, 75 municípios dos estados do Rio de janeiro, São Paulo e Bahia vão realizar campanhas de vacinação contra a febre amarela com doses fracionadas. Com a doença voltando a assustar moradores de grandes centros urbanos, o Ministério da Saúde decidiu adotar a medida após recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS), com o objetivo de assegurar que o maior número de pessoas seja imunizado. A pasta ressalta que a medida é preventiva e emergencial, em razão do surto da doença no país


“A dose fracionada, até o presente momento, tem mostrado exatamente a mesma capacidade de imunização que a dose integral”, disse o ministro da Saúde, Ricardo barros, em entrevista coletiva na tarde desta terça-feira. Segundo ele, a dose padrão da vacina protege uma pessoa pelo resto da vida, enquanto a dose fracionada imuniza o indivíduo por pelo menos oito anos.

Ao todo, 19,7 milhões de pessoas devem ser imunizadas nos três estados, sendo 15 milhões com doses fracionadas e 4,7 milhões com dose padrão (crianças de 9 meses a menores de 2 anos; pessoas com condições clínicas especiais como HIV/aids, doenças hematológicas ou após término de quimioterapia; gestantes; e viajantes internacionais, mediante apresentação do comprovante de viagem).

O ministério informou ainda que, em janeiro, estados e municípios vão treinar profissionais de saúde e adequar a logística para o fracionamento de doses. Para isso, a pasta deve repassar aos estados R$ 54 milhões do Piso Variável de Vigilância em Saúde.
Print Friendly, PDF & Email

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

MENU