PM é morto durante confronto, comércio fecha e ônibus são incendiados em Macaé


Um policial militar foi morto na manhã desta terça-feira (09) durante uma troca de tiros no bairro Lagomar, em Macaé. As primeiras informações dão conta de que o PM foi baleado após pelo menos 30 integrantes de uma facção rival, fortemente armados, terem invadido o local, causando pânicos aos moradores. Ele é o 4º PM assassinado no estado do Rio em 2018.


O cabo José Renê Araújo Barros, de 35 anos, do Grupamento de Ações Táticas (GAT) foi atingido e não resistiu aos ferimentos. Há informações de que outros dois PMs foram baleados. Além disso, a Polícia Militar teria pedido reforço a Polícia Federal (PF) e ao BOPE.

O cabo era lotado no 32º BPM (Macaé) e estava há oito anos na corporação. Ele deixa mulher e três filhos. Ainda não há informações sobre o sepultamento do PM.

“O militar estava em uma operação para reprimir ações criminosas de facções rivais pela disputa de ponto de drogas na Comunidade Lagomar, em Macaé. O policial foi ferido e infelizmente não resistiu, falecendo enquanto era socorrido para a unidade de saúde mais próxima”, diz a nota divulgada pela PM.


O comércio está fechado e cinco ônibus já foram incendiados. Desde a manhã desta terça, facções criminosas rivais estão em guerra pelo controle do tráfico no bairro Lagomar. Contudo, o confronto já se estendeu até o Centro, a cerca de 10 km de Lagomar. As lojas do Calçadão de Macaé, onde está concentrada a maioria do comércio, fecharam as portas.

Segundo a prefeitura, 100 policiais militares foram acionados, além de um caveirão e dois helicópteros. Agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e da Guarda Municipal também estão participando da operação.

A Polícia Militar informou que dois helicópteros da corporação se deslocaram para a cidade para dar apoio aos policiais que estão na operação.

Segundo informações do Hospital Municipal de Macaé, em Virgem Santa, cinco pessoas deram entrada na unidade em decorrência dos confrontos na cidade. Duas das vítimas receberam alta e foram encaminhadas para a delegacia da região para prestar depoimento. O hospital informou ainda que o prefeito da cidade, Doutor Aluízio dos Santos Júnior, que é médico, operou um dos baleados, que está em estado grave. Desde cedo, comentava-se nas redes sociais de que o Aluízio hava sido chamado para fazer a cirurgia.

NOTA OFICIAL DA PREFEITURA DE MACAÉ

“Por questões de segurança, a Prefeitura de Macaé orienta aos cidadãos que se mantenham em locais seguros e evitem deslocamentos. As corporações militares estão em operação no município. A Secretaria Municipal de Ordem Pública atua em apoio à Polícia Militar. A empresa SIT, por questões de segurança, recolheu a frota para a garagem. Os serviços municipais de atendimento à população mantém funcionamento normal.”

“As escolas da rede municipal estão no período de férias e o início do ano letivo 2018 será dia 5 de fevereiro. Durante o período de recesso escolar, a secretaria das escolas funciona, somente, com atendimento para matrícula”, diz a nota da Prefeitura após as escolas serem fechadas. As unidades estavam abertas para o processo de matrícula dos alunos.
Print Friendly, PDF & Email

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.