Aberta segunda fase da campanha de vacinação contra a aftosa


      Superintendência de Agricultura e Pecuária fornece doses da vacina para produtores do município com até 70 cabeças de gado. A superintendência municipal de Agricultura e Pecuária deu início nesta quarta-feira (1º) a segunda etapa da vacinação contra a febre aftosa. Durante todo dia, uma equipe da superintendência ficará responsável pelo assentamento Zumbi I. Na próxima segunda-feira (6), a vacinação será em outras quatro propriedades rurais da região.

     A vacinação segue calendário do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) e apenas os bovinos e bubalinos com até dois anos de idade serão vacinados. A segunda fase da vacinação segue até o final de novembro. A superintendência disponibilizou doses da vacina para produtores com até 70 cabeças de gado e, ainda, 10 vacinadores com apoio de quatro estagiários da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (Uenf).
  — A primeira etapa foi realizada em oito propriedades rurais da região, onde vacinamos mais de 22 mil animais. Nossa meta para esta etapa é ter 40% deste número – informou o superintendente de Agricultura e Pecuária, Nildo Cardoso.     A febre aftosa pode causar perdas econômicas. Nos animais jovens, provoca problemas cardíacos que levam à morte. “Necessitamos dessa vacinação, os animais doentes causam prejuízo”, ressalta o produtor rural, Arnaldo dos Santos, de 76 anos.
   Ainda segundo Nildo Cardoso, na ficha de cadastramento da vacina é feito um levantamento da mortalidade dos animais por conta da seca, não só dos bovinos, mas também das aves, suínos e equinos. “Estamos fazendo um levantamento geral para termos um relatório da realidade em que as regiões Norte e Noroeste Fluminense atravessam com essa seca. Esta também é uma preocupação”, disse. Fonte: Comunicação PMCG
Print Friendly, PDF & Email

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.