TRE confirma condenação de Carla Machado e de Alexandre Rosa


   O ex-prefeito Neco e o vereador Alex Firme também foram condenados a oito anos de inelegibilidade. O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) confirmou, durante a sessão da noite desta quarta-feira (30), a sentença da primeira instância que condenou a prefeita de São João da Barra, Carla Machado (PP), o vice-prefeito Alexandre Rosa, o ex-prefeito Neco (PMDB) e o vereador Alex Firme (PP) a oito anos de inelegibilidade. 
   A ação é decorrente da Operação Machadada, deflagrada em outubro de 2012 pela Polícia Federal. A sentença em primeira instância foi proferida pelo juiz Leonardo Cajueiro d’Azevedo, da 37ª Zona Eleitoral (ZE), em 20 de março de 2017, quatro anos após a operação. 

   A inelegibilidade passa a contar a partir de 2012, mas os quatro réus ainda poderão apelar ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). No entanto, a prefeita, o vice-prefeito e o vereador irão permanecer em seus respectivos cargos, já que os registros foram deferidos antes da sentença. Firme está afastado da Câmara enquanto ocupa a paste de Meio Ambiente. À época, a prefeita Carla Machado foi acusada de formação de quadrilha e cooptação ilícita de nomes da oposição, oferecendo vantagens financeiras indevidas e cargos na administração pública municipal. 
   A equipe de reportagem fez contato com as assessorias de Carla Machado e Alexandre Rosa, mas não recebeu resposta até a publicação desta matéria. Porém, não conseguiu contato com o ex-prefeito Neco e nem com o vereador Alex Firme. Ainda assim, o jornal aguarda e publicará a resposta de todos os réus para este fato.
Fonte:www.jornalterceiravia.com.b
Print Friendly, PDF & Email

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

MENU