Inspeção estadual em SFI para viabilizar a implantação do polo de tratamento para incidentes de escorpião


São Francisco de Itabapoana (SFI) recebeu nesta terça-feira (22) a visita técnica de Sueli Barbosa Martins, representante da Vigilância em Saúde Estadual. O objetivo foi inspecionar o Hospital Municipal Manoel Carola, na localidade de Ponto de Cacimbas, a fim de verificar eventuais adequações para a implantação do polo de tratamento de acidentes com escorpiões no município, medida já assegurada pelo secretário estadual de Saúde, Luiz Antônio de Souza Teixeira Júnior.

 

   Durante a vistoria, acompanhada pelo secretário municipal de Saúde, Sebastião Campista, além de outros integrantes da secretaria, Sueli verificou a Sala de Estabilização, a câmara fria onde ficam armazenadas as vacinas e demais dependências do hospital. “A representante da Vigilância em Saúde Estadual conversou com o diretor-clínico do ‘Manoel Carola’, Eber Marins; a coordenadora de Enfermagem, Thayna Siqueira; e o coordenador de Epidemiologia, Cristiano Luiz Ribeiro, que prestaram esclarecimentos sobre o funcionamento da unidade de Saúde”, explicou. 
  Sueli vai elaborar um relatório a respeito da visita técnica até esta sexta-feira (25), para ser entregue ao secretário estadual de Saúde. “Posteriormente, em caso de eventuais exigências para a implantação do polo, seremos comunicados pela secretaria, a fim de promovermos as adequações necessárias. 
   A prefeita Francimara tem este compromisso com a população de SFI e estamos perto de realizá-lo”, ressaltou Campista. Marins reforçou a necessidade do polo para SFI, que somente este ano já registrou cerca de 30 casos de pessoas picadas por escorpiões. 
   “É de fundamental importância para a eficácia do tratamento de pacientes envolvidos em acidentes com escorpiões, principalmente devido ao polo de tratamento, no Hospital Ferreira Machado, em Campos, estar a 50 quilômetros da sede de São Francisco. Dependendo de onde ocorrer o acidente, esta distância pode chegar a 80 quilômetros, prejudicando o início do tratamento, pois uma vez diagnosticado, deve ser feito o quanto antes”, justificou o diretor-clínico do Hospital Manoel Carola.Ascom SFI
Print Friendly, PDF & Email

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

MENU