Distribuição de repelentes para grávidas do Bolsa Família começa dia 19


Como medida de prevenção do zika vírus, doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti que pode acarretar na microcefalia em recém-nascidos, a secretaria de Saúde da Prefeitura de Campos, através do Departamento de Assistência Farmacêutica (DAF) e do Departamento de Nutrição, irá distribuir gratuitamente repelentes para mais de 1 mil grávidas cadastradas no programa Bolsa Família. A distribuição terá início na segunda-feira (19/06) nas 15 farmácias polo do município.

Para que as gestantes beneficiárias do Bolsa Família possam receber o produto, elas devem comparecer, em uma das unidades, munidas de: RG, CPF e comprovante de acompanhamento do pré-natal e pesagem que é feita de 6 em 6 meses como exigência do programa.
As farmácias polo estão situadas nas seguintes unidades: UPH de Farol de São Tomé, UBS de Morro do Coco, UBS de Tocos, UBS de Baixa Grande, Centro de Referência e Tratamento da Criança e Adolescente I e II, UPH de Ururaí, UPH de Guarus, UPH de Travessão, UPH São José, UBS Jamil Abido, UBS Alair Ferreira, UBS da Penha, Centro de Saúde de Guarus e UPH de Santo Eduardo.
Casos
De acordo com dados do Centro de Referência de Doenças Imuno-infecciosas (CRDI), Campos registrou neste ano 12 casos suspeitos de zika e nenhum foi confirmado. Já em 2016, foram 5.321 notificações de casos suspeitos de zika, sendo 225 em gestantes. Desse total do ano passado, 38 gestantes foram confirmadas com zika e 16 bebês nasceram com microcefalia. Segundo o diretor do CRDI, Luiz José de Souza, essas crianças são acompanhadas por pediatras do Hospital Plantadores de Cana (HPC) e também por outros especialistas do Hospital Geral de Guarus (HGG), como oftalmologistas.
Além do zika vírus, o mosquito Aedes aegypti transmite dengue e chikungunya.

Fonte:Supcom
Print Friendly, PDF & Email

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.