Mar de Atafona tem novo avanço


      Último dia 4, José Santana se despedia do seu bar no Pontal, o famoso “Bar do Santana”, que funcionou por dez anos na localidade da baixada, em Atafona, no município de São João da Barra. Uma semana depois, o cenário já era outro, o mar parecia ter afastado de acordo com a fase chamada “ressaca”, segundo os pescadores. 

    Mas nessa segunda-feira a força das águas voltou a preocupar os moradores. A Defesa Civil esteve no local pela manhã e fez a retirada da areia que impedia o trabalho do frigorífico. A moradora da antiga “Peixaria do Guri”, que até a semana passada residia ao lado do bar, foi retirada do local pelos familiares. Segundo a Defesa Civil, ela temia ir para um abrigo, oferecido pela Prefeitura, caso fosse necessária a remoção. 
    Mas a equipe de monitoramento afirma que ainda não há risco de desabamento para nenhum outro imóvel. A preocupação com o novo cenário tem feito com que os movimentos em defesa da revitalização da orla de Atafona ganhem força. Além do “SOS Atafona” foi criado o grupo “Atafona não vai cair!”, que vai se reunir nesta quarta-feira (14), às 19h, na pousada Cassino, para tratar as iniciativas que serão traçadas na obtenção de apoio imediato para a trágica situação vivida no momento. 
   Paralelamente às tentativas dos movimentos sociais, a secretaria de Meio Ambiente realizou, no início desta semana, o plantio de ipomea nas dunas do trecho da avenida Atlântica, em Atafona, onde está sendo feito o trabalho de remoção com retorno ao mar da areia acumulada nas residências e ruas, resultado do processo de erosão costeira. A ação faz parte da programação oficial em comemoração à Semana do Meio Ambiente.
Fonte:Folha1
Print Friendly, PDF & Email

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.