Atafona: plantio de mudas de restinga para fixar dunas


    A Secretaria de Meio Ambiente e Serviços Públicos de São João da Barra iniciou o plantio de ipomea nas dunas paralelas ao trecho da Avenida Atlântica, em Atafona, onde está sendo feito o trabalho de remoção com retorno ao mar da areia acumulada nas residências e ruas, proveniente do processo de erosão costeira.

    A ação faz parte da programação oficial em comemoração à Semana do Meio Ambiente. Segundo o secretário da pasta, Alex Firme, esse plantio da vegetação de restinga para fixação das dunas cumpre também, junto ao Instituto Estadual do Ambiente (Inea), uma condicionante da execução do serviço de desobstrução da via pública. 
    “Os serviços de recuperação de áreas de restinga e a retirada da areia das casas e do asfalto, ocasionarão mais segurança, tranquilidade e proteção do patrimônio de veranistas e moradores, possibilitando o direito de ir e vir do cidadão”, declarou Alex. A subsecretária de Meio Ambiente e Serviços Públicos, Joiciara Pedra, explicou que o caule da ipomea espalha-se pelo terreno arenoso, emitindo raízes profundas responsáveis pela fixação de dunas e areias litorâneas. 
   “Além da sua importância como fixadora, a ipomea atua ainda no paisagismo, como atração da fauna”, completou Joiciara. Ipomea pes-caprae – Conhecido popularmente como salsa-da-praia e pé-de-cabra, a Ipomea pes-caprae, é uma espécie de planta bastante comum no litoral sanjoanense. 

 Fonte: Ascom PMSJB

Print Friendly, PDF & Email

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.