SFI LANÇA PROGRAMA PARA RECOLHIMENTO DE EMBALAGENS AGROTÓXICAS


Prefeitura mobiliza  envolvidos no setor agrícola a favor da conservação ambiental
          A prefeitura de SFI, através da secretaria de Meio Ambiente, Agricultura e parceiros como SEA, FIRJAN, UFRRJ, Secretarias de Agricultura e Pecuária do Estado entre outros, realiza nesta sexta-feira(26), às 15h, reunião em sua sede para planejarem as ações para recolhimento de embalagens vazias de defensivos agrícolas. A ação começará na próxima segunda-feira(29) e se estenderá até o dia 02 de junho, mobilizando produtores interessados no descarte de suas embalagens. Serão sete postos de coleta espalhados no município. O projeto antecipa a programação da Semana do Meio Ambiente que se inicia no próximo dia 02 de junho.

         Segundo o secretário de Meio Ambiente, Defesa Civil e Ordem Pública Ilzomar Soares Filho, a iniciativa tem como objetivo traçar estratégias de mobilização para que o agricultor faça o descarte correto das embalagens, diminuindo o risco para a saúde das pessoas e de contaminação do meio ambiente. “É importante conscientizar o agricultor que há uma logística reversa de embalagens inservíveis de defensivos e agrotóxicos. Existe um hábito de se reaproveitar as embalagens, usando-as para armazenar sementes e até como caixa d’água”, comentou. “Essa ação é também educativa alertando de que estas embalagens oferecem grandes riscos à saúde. O agricultor terá todas as informações necessárias nos postos de coleta”, enfatizou Ilzomar.

 Para o secretário de Agricultura e Pesca Claudio Luiz Henriques, o agronegócio tem apresentado crescimento acima da média quando comparado aos setores industriais e de serviços, o que significa dizer que o uso de insumos, como fertilizantes e defensivos agrícolas, também teve grande crescimento. “Sem a gestão dos resíduos daí resultantes, o impacto ambiental certamente seria gravíssimo. Quando as embalagens são abandonadas no ambiente, enterradas ou descartadas em aterros e lixões, esses produtos ficam expostos às intempéries e podem contaminar o solo, as águas superficiais e os lençóis freáticos. Há ainda o problema da reutilização sem critério das embalagens, que coloca em risco a saúde de animais e do próprio agricultor e sua família”, frisou Cláudio.
Unidades e postos de coleta:
Praça João Pessoa- Clube de Laçadores;
Bom Lugar- Eucabrás;
Floresta- Som;
Macuco- Equinael Irrigação;
Pingo D’água- Lucahe;
Brejo Grande – Edinho do Aipim;
Imburi- Secretaria Municipal de Agricultura.

Fonte:Ascom
Print Friendly, PDF & Email

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.